Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Os livros são caros.

por Etcetera, em 29.07.14

De tempos a tempos, penso comigo próprio: "está na altura de enriquecer a biblioteca cá de casa". Falo em enriquecer não só a estante com mais um livro, mas principalmente expandir os meus horizontes e conhecimentos através das palavras da recente aquisição. Após a leitura de um dos recortes em destaque ( "Um livro é caro?", do blog LER ), tive vontade de manifestar a minha opinião e responder à questão colocada.

 

Assim sendo, após alguma reflexão, concluo que os livros são mesmo um bem demasiado caro. Apesar de serem extremamente valiosos, de nos fazerem sonhar, de nos levarem a viajar estando parados, o seu preço deveria ser mais acessível. Não concordo com as comparações feitas no post supra-citado porque põem em "confronto" bens cujos propósitos são totalmente diferentes. Não é necessário comprar um iphone para se poder telefonar a um amigo ou uma gravata Hermès para ir trabalhar. Existem outros produtos semelhantes que realizam as mesma funções e são bastante mais baratos. Infelizmente, com os livros tal não se sucede com tanta facilidade/frequência. Se quisermos ter acesso a um dado livro ou compramos ou temos de arranjar outros artíficios para o conseguirmos ler. 

 

Eu compreendo que os preços praticados até possam ser os mais "justos" dado que existam muitos gastos associados à publicação de uma obra, que as editoras tem de ter lucros, etc.. Por outro lado, para os compradores o preço de acesso a algo que faz tão bem e pode dar tanto prazer continua a ser elevado. É como querermos diminuir a obesidade infantil e depois os preços dos refrigerantes serem inferiores aos dos sumos naturais. Não combina!

 

Para quem quer desfrutar do prazer de ler um livro sem prejudicar o orçamento, existem algumas opções. Implementar novas rotinas como frequentar a biblioteca e requisitar o título que mais cativar ou combinar um encontro entre amigos para partilhar livros (aqui até se pode ter direito a uma review na hora)...Opções e oportunidades, certamente, não faltam.

Se não se quiser ter este "trabalho", pode sempre optar-se antes por outras leituras como os blogs do sapo, por exemplo.

 

Resumindo, os livros podem ser caros,mas isso não é o fim da história é o início da aventura.

 

Até já.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


17 comentários

Sem imagem de perfil

De Sara Condeço a 29.07.2014 às 14:15

Brilhantes reflexão! Mais uma vez adorei.
Continua!
Imagem de perfil

De Etcetera a 29.07.2014 às 18:06

É um problema que afecta a maioria das pessoas,contudo, muito pouco referenciado. Obrigado pelo incentivo :)
Sem imagem de perfil

De Jorge a 03.08.2014 às 11:48

Os livros em Portugal não são caros, são estremamente caros comparados com o nível de vida em Portugal. Ė das coisas que reparo Quando volto a Portugal gozar férias. E os livros não ė uma exceção claro,
Jorge Novo, Paris
Imagem de perfil

De Etcetera a 03.08.2014 às 12:17

Concordo, não existe um equilíbrio razoável entre o que se recebe e o preço dos bens. Uma realidade que espero venha a mudar.
Obrigado pelo comentário e boas férias, se for caso disso.
Imagem de perfil

De Sara a 30.07.2014 às 10:04

Para ler não é preciso muito: podes trocar, pedir emprestado, comprar nas promoções, comprar em segunda mão, requisitar, ler na net...Mas sim, são caros especialmente tendo em conta a qualidade de algumas edições.

Cumps!
Imagem de perfil

De Etcetera a 30.07.2014 às 16:36

São essas mesmas opções que temos de ter bem presentes. Concordo, plenamente com o que disse. No entanto, não deveria ser necessário fazer esta "ginástica" para ler um livro, ainda que por vezes até seja benéfico. Isso é mesmo o pior, gastar o dinheiro no que se pensa ser um bom livro e depois sai um flop. Ainda vou abordar melhor esse assunto, fique atenta.
Obrigado pela partilha de opinião :)
Sem imagem de perfil

De lifestylebox a 30.07.2014 às 12:21

Infelizmente concordo...
Por essa mesma razão já pensei comprar um eBook da Kobo que vendem na Fnac, os "livros" ficariam ligeiramente mais baratos, porém, dá-me a entender que a variedade é pouca
Tenho portanto uma wishlist de livros do tamanho do mundo...aos poucos e poucos chega-se lá
:)

http://lifestylebox.blogs.sapo.pt/
Imagem de perfil

De Etcetera a 30.07.2014 às 16:40

Poderia ser mais económico a longo prazo, mas existem depois outros problemas, na minha opinião. A variedade (como referiu), as preocupações acrescidas com o "leitor", e (o que mais me afecta) não ser um "livro de papel".
É preciso é não perder a esperança, partilhar essa lista com os amigos e tentar ver que "empréstimos literários" lhe podem fazer.
Boas leituras e obrigado pela partilha :)
Sem imagem de perfil

De coco made me do it a 02.08.2014 às 23:45

concordo totalmente com a opinião. e é por os achar caros que acabo por não comprar livros e lê-los em pdf, muitas vezes.. e lá se vai o prazer de folhear as páginas.

notei algo que me parece um erro neste texto: "É como querermos diminuir a obesidade infantil e depois os preços dos refrigerantes serem superiores aos dos sumos naturais." Não devia ser "inferires"?

Sem imagem de perfil

De coco made me do it a 02.08.2014 às 23:45

"inferiores", peço desculpa.
Imagem de perfil

De Etcetera a 03.08.2014 às 01:34

Os PDF acabam ser economicamente super vantajosos, mas para mim não funciona.
Obrigado! Por mais que se tentem detectar erros existem coisas por estarem tão pre formatadas na nossa mente não conseguimos verificar.
A ideia é mesmo essa, se os refrigerantes são mais baratos é óbvio que vão ser os preferidos funcionando com factor "impulsionador" da obesidade.
Sem imagem de perfil

De amorgado a 03.08.2014 às 07:30

Tudo um dia acaba, ate a humanidade ate la vamos tendo o prazer de poder ler uns bons livros embora nao tenham um preco acessivel. Talvez pudessem ser mais baratos mas, pela fonte de escritores e editores que aparecem quase diariamente, autores a publicarem mais de um livro/ano, talvez nao seja assim tao mau negocio. Claro que com os cortes no salario reduzi tambem a compra de liv ros, e, ler na NET ou PDF nao e a mesma coisa!
Imagem de perfil

De Etcetera a 03.08.2014 às 12:21

É desfrutar ao máximo daquilo que existe, seja ao ler um livro, a ouvir um concerto ou simplesmente a passear. Um mau negócio não deve ser. Acredito que noutros tempo já tenha sido mais fácil, espero que nunca acabe! Pode ser que no entretanto se descubra uma fórmula para produzir livros de forma mais económica, aguardemos.
Obrigado pela partilha de opinião.
Sem imagem de perfil

De miguel a 03.08.2014 às 12:39

Esta frase não faz sentido nenhum, nem pensando na ordem inversa.

"É como querermos diminuir a obesidade infantil e depois os preços dos refrigerantes serem superiores aos dos sumos naturais. Não combina!"
Imagem de perfil

De Etcetera a 03.08.2014 às 14:20

Dessa forma estava realmente errada, agora já se encontra corrigida. Obrigado pela chamada de atenção.
Sem imagem de perfil

De Vitor a 03.08.2014 às 14:35

Sao mais baratos no Kindle da Amazon (publicidade \'a parte).
Imagem de perfil

De Etcetera a 03.08.2014 às 19:45

Não conheço a fundo qual o preço no kindle. Embora o importante seja o conteúdo e não a forma, o folhear o livro é algo que prezo muito.
Obrigado pela partilha.

Comentar post



Ainda em obras...

Sei escrever, mas ainda não sei programar. Aguardem que isto ainda vai ficar "catita"


Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D